Declaração de acordo Anglicano e Católico Romano sobre eclesiologia

Crédito da foto: ARCIC

Anglicanos e católico romanos devem ver uns aos outros como “a comunidade na qual o Espírito Santo está vivo e ativo”, diz o último comunicado do diálogo ecumênico oficial entre a Comunhão Anglicana e a Igreja Católico Romana.Membros da terceira fase da Comissão Internacional Anglicana – Católico Romana (ARCIC) se encontraram na cidade central da Alemanha de Erfurt no começo deste mês para sua sétima reunião. Eles escolheram se encontrar na cidade para marcar o 500º aniversário da reforma – foi aqui que Martinho Lutero foi ordenado e viveu como monge.

Durante a reunião, os membros da ARCIC concordaram no texto de uma nova declaração sobre a eclesiologia anglicana e católico romana. “Caminhando juntos no caminho: aprendendo a ser Igreja – local, regional, universal”, que será conhecido como o Documento de Erfurt, será publicado no próximo ano.

Esta primeira declaração formal a ser acordada na terceira fase das discussões da ARCIC trata das estruturas e processos de decisão nas duas igrejas; e explora a ordem da igreja e manutenção da comunhão. Abre caminho para o trabalho da próxima declaração da ARCIC, que explorará como a igreja discerne os “ensinamentos éticos corretos” tanto no nível local como universal.

A declaração acordada nesta semana pede que as Igrejas considerem onde elas precisam ser reformadas; e então pergunta o quê elas podem aprender de seus parceiros ecumênicos.
A ARCIC antecipa que o documento de Erfurt, “Caminhando juntos no caminho: aprendendo a ser Igreja – local, regional, universal”, será publicado em 20108.

Publicado em 30/05/2017 no site Anglican Communion News Service.