Novena de Oração 2017 – Entre o nascer e o pôr do sol

Quinta-feira, 1 de junho

Entre o nascer e o pôr do sol

OLHE… e seja curioso.

ESPERE… com uma expectativa orante.

Vem Espírito Santo: Venha o Teu Reino.

LEIA… este texto com uma mente aberta.

Depois disto, um homem chamado José, da cidade de Arimateia, pediu licença a Pilatos para retirar da cruz o corpo de Jesus. José era um discípulo de Jesus, mas às escondidas, porque tinha medo das autoridades judaicas. Pilatos deu-lhe licença. José foi então ao lugar da cruz e retirou o corpo. Nicodemos, aquele homem que tinha ido ter com Jesus pela calada da noite, apareceu também com uma mistura de perto de cem libras de mirra e aloés. Levaram então o corpo de Jesus e envolveram-no com ligaduras de linho, perfumadas com os produtos que tinham preparado, como era costume entre os judeus ao sepultarem os mortos. No lugar onde Jesus foi crucificado havia uma propriedade com um túmulo novo, onde ainda ninguém tinha sido sepultado. Foi ali que puseram o corpo de Jesus, por causa do dia — a Preparação da Páscoa dos judeus — e porque o túmulo ficava perto e o dia do descanso dos judeus ia começar.

(João 19:38-42)

ESCUTE… uma palavra com um coração disponível.

RESPONDA… com oração e ação.

Senhor do escuro, em tempo de lamento e perda,
e do fim aparente dos nossos sonhos
estamos frente a frente com a noite,
ajuda-nos a sentir a esperança da vida dentro do túmulo
Pedimos-te no nome de Jesus,
O nosso Senhor que morreu e ressuscitou. Amém.