“Engajamento público” é o tema de conferência de teólogos brasileiros

“Deus não é homofóbico: Uma contribuição anglicana para superar a homofobia” foi o título de um dos cinco trabalhos apresentados em uma conferência teológica de 24 a 27 de abril em Recife, sob o tema “Teologia anglicana e engajamento público”.

Participaram cinco teólogos de todo o Brasil. Co-presidente da conferência, Revdmo. Dr. Graham Kings, o Teólogo Missionário da Comunhão Anglicana, descreveu o encontro como extremamente valioso: “Foi uma experiência intensa, repleta de alegria e amizade, e esta amizade continuará. Teve uma atmosfera de regozijo e aprendizado de cada um, acompanhado de adoração e estudo bíblico”.

O projeto de teologia missionária existe para “criar novos ´Doutores da Igreja´ no Sul global para escrever, trabalhar em rede, publicar e engajar com teólogos do Norte global, para renovar a Igreja mundial e para influenciar a sociedade”. Os participantes brasileiros foram uma mistura de teólogos acadêmicos e leigos com diferentes trajetórias de vida.

O co-presidente, Professor Joanildo Burity, que é Pesquisador/Professor na Fundação Joaquim Nabuco, disse que as conversas giraram em torno da vida na Província – mas, ao mesmo tempo, atuariam como um presente para a Comunhão Anglicana: “O engajamento público é central para como entendemos a missão na Comunhão Anglicana; não é algo para meio período, mas faz parte de como você vê a Igreja e a sociedade”.

Um dos cinco participantes, Dr. Paulo Ueti, que também é facilitador regional para a América Latina da Aliança Anglicana, descreveu a conferência como muito inspiradora: “Os trabalhos e conversas foram sobre o que podemos fazer nas bases e como podemos compartilhar nossa espiritualidade cristã; precisamos ser ativistas no mundo; esta é nossa missão, e nosso trabalho como teólogos é revelá-la”.

Os organizadores da conferência também foram surpreendidos quando perceberam que teriam um artista talentoso em seu meio, o Rev. Eduardo Henrique (nome artístico, Ribeiro Halves), que deu expressão visual para o intercâmbio teológico. Disse o Professor Burity: “Isto deu uma experiência instantânea daquilo que passamos horas conversando – longas discussões teológicas resumidas em imagens. Compreender a teologia por meio de nossa visão – em vez de argumentar!”

Publicado em 28/04/2017 no site Anglican Communion News Service.